top of page
Logo Sarau Cultura Brasileira
Barca dos Corações Partidos

A Barca dos Corações Partidos – Cia Brasileira de Movimento e Som nasceu em 2012, no espetáculo “Gonzagão – A lenda” e, ao longo desses anos, levou mais de 700 mil espectadores ao teatro e às praças públicas de todo o Brasil. Em 2014, o espetáculo “Gonzagão – A lenda” foi convidado especial da abertura do Festival Iberoamericano de Teatro de Bogotá (Colômbia). Composta por cinco atores-bailarinos e multi-instrumentistas, a formação híbrida de seus integrantes dá o tom do grupo. Seus espetáculos são prestigiados por críticos como Mauro Ferreira e Zuza Homem de Mello e já contaram com a participação de criadores como João Falcão, Duda Maia, Luiz Carlos Vasconcellos, Bia Lessa, Chico César, Bráulio Tavares, entre outros.

Até agora, são 45 prêmios, em diversas categorias, recebidos pelos prestigiados Shell, APCA (Melhor Espetáculo para Suassuna), Cesgranrio (sendo dois de Melhor Espetáculo e dois de Melhor Música, por Auê e Suassuna - o Auto do Reino do Sol), APTR (Melhor espetáculo, música e produção para Auê), dentre outros.

Lá vem a Barca

Barca dos Corações Partidos

Composta por cinco atores-bailarinos e multi-instrumentistas, a formação híbrida de seus integrantes dá o tom do grupo.
Redes sociais
Barca dos Corações Partidos

Informações do projeto

Prêmios
GONZAGÃO:
Vencedor Prêmio Shell 2012 (Melhor Música)
Vencedor Aptr 2012 (Melhor Produção)
Vencedor FITA 2013 (Melhor espetáculo; Melhor Direção; Melhor Figurino)
Prêmio Bibi Ferreira 2014 (Melhor musical; Roteiro Original; Direção; Direção Musical)
Vencedor Prêmio Reverência 2016 (Melhor autor)

AUÊ
Vencedor Bibi Ferreira 2017 (Musical Brasileiro; Arranjo Original – Alfredo Del-Penho e Beto Lemos; Letra e Música Original)
Vencedor Aptr 2017 (Espetáculo; Música; Produção)
Vencedor Reverência 2017 (Direção Musical; Categoria Especial – Elenco)
Vencedor Prêmio Shell 2016 (Direção - Duda Maia)
Vencedor Cesgranrio 2016 (Espetáculo; Direção - Duda Maia; Direção Musical)
Vencedor Botequim Cultural 2016 (Espetáculo, Direção - Duda Maia; Autor; Direção Musical; Iluminação; Ator – Coletivo de Atores do Auê)

SUASSUNA
Vencedor Bibi Ferreira 2018 (Musical Brasileiro; Ator - Adrén Alves; Ator Coadjuvante – Eduardo Rios; Música Original)
Vencedor Aptr 2018 (Autor – Braulio Tavares; Ator Coadjuvante - Fábio Enriquez; Música - Alfredo Del-Penho, Beto Lemos e Chico César; Figurino – Kika Lopes e Heloísa Stockler)
Vencedor Broadway World Brazil Awards (Autor – Braulio Tavares; Figurino – Kika Lopes e Heloísa Stockler; Música (Alfredo Del-Penho, Beto Lemos e Chico César)
Vencedor Shell 2017 (Autor – Braulio Tavares; Figurino – Kika Lopes e Heloísa Stockler; Música - Alfredo Del-Penho, Beto Lemos e Chico César)
Vencedor Botequim Cultural 2017 (Direção - Luiz Carlos Vasconcelos; Autor – Braulio Tavares; Ator em Musical - Adrén Alves; Direção Musical – Alfredo Del-Penho, Beto Lemos e Chico César)
Vencedor Guia Folha 2017 (Melhor Musical)
Vencedor Aplauso Brasil 2017 (Musical, Trilha Sonora)
Vencedor Reverência 2017 (Elenco Cia Barca dos Corações Partidos por Auê e Suassuna – o auto do reino do sol)
Vencedor Cesgranrio 2017 (Direção Musical – Alfredo Del Penho, Beto Lemos e Chico César; Figurino – Kika Lopes e Heloísa Stockler; Ator - Adrén Alves)

JACKSONS
Prêmio APTR – Espetáculo Inédito ao Vivo

Tempo em cartaz: 11 anos
Número de apresentações: 779 apresentações
Cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Brasília, Araxá, São José do Rio Preto, Petrópolis, Nova Iguaçu, Nova Friburgo, Teresópolis, Campinas, Recife, Exu, Aracajú, Salvador, Natal, Crato, Campina Grande, Caruaru, Maceió, João Pessoa, Garanhus, Curitiba, Goiânia e Bogotá

Audiência: Mais de 700 mil pessoas

Ficha técnica

COM: Adrén Alves, Alfredo Del Penho, Beto Lemos, Eduardo Rios e Ricca Barros.

Espetáculos da Cia.:
Gonzagão - a Lenda (2012)
Ópera do Malandro (2014)
Auê (2016)
Desancora (2018)
Suassuna – o Auto do Reino do Sol (2018)
Macunaíma - Uma Rapsódia Musical (2019)
Jacksons do Pandeiro (2020)
Museu Nacional (2022)

Trazendo em seus últimos espetáculos músicas autorais e inéditas que defendem um DNA brasileiro, os sete atores-bailarinos e multi-instrumentistas da companhia têm sido amplamente reconhecidos pelo público e pelos prêmios de crítica.

Conheça outros projetos

bottom of page